Pigeon Update II

quinta-feira, 19 de agosto de 2010
Bem, infelizmente o nosso amiguinho não resistiu.

Não sei bem porquê, mas ele adoeceu (mais do que já estava). Comecei a notar anteontem que ele estava tonto. Quando o trouxe, ele ao menos conseguia endireitar-se com as asas sem pôr peso nas patas, mas ultimamente nem isso. Quando tentava esvoaçar a cabeça caía-lhe para um lado e ficava-lhe debaixo de uma asa. Quando tentava endireitar-se com as asas como fazia antes, o esforço era tanto que todo ele tremia.

Quando eu pegava nele para o alimentar, as bicadas que ele dava na comida não eram precisas, e ontem, especialmente, notei que a cabeça dele andava à roda e deixava-se cair para trás quando eu o pousava direito no chão.

Foi ficando cada vez mais quieto, parou de bater as asas em vão dentro da gaiola a tentar esvoaçar. Ontem à noite eu olhei para ele e soube que não ia resistir... estava deitado com a cabeça no chão, muito quieto, mas a respiração era regular. Há bocado fui espreitar e já estava morto.

Enfim, tentei ajudar, mas os meus esforços apenas serviram para lhe dar uma morte mais sossegada. Se o tivesse deixado na rua teria morrido naquela primeira noite em que o encontrei, certamente.