Coisas que Acontecem

segunda-feira, 2 de março de 2009


Provavelmente, estão a perguntar-se porque raio é que a nossa Zita tem uma bota nova. Meus caros, não permaneçam na ignorância, pois eu estou aqui para vos esclarecer.

Ora então a nossa menina cai da janela e sai com dois ou três arranhões, e não é que aproximadamente uma semana mais tarde, em casa, na brincadeira, parte um osso do pé?

Contado ninguém acredita... mas quem não vive com ela vai ter de acreditar, pois não há outra forma de o saber.

A coisa passou-se da seguinte forma:

Ontem, Domingo dia 1 de Março de 2009, estava eu na brincadeira com as minhas duas filhas mais novas, a atirar-lhes uma bolinha de papel para elas correrem pela casa toda, quando a Zita, num início de corrida no quarto do meu pai, quer saltar para cima da cama, mas a partir da parte traseira, onde tem a tábua dos pés da cama.

Não sei como é que ela fez, mas deve ter batido com o pézito esquerdo na tábua, porque ela foi logo para o chão, aos berros e sem pôr a patita no chão. Não deixava que nos aproximássemos dela, por isso tivemos de manter distância enquanto a menina ia ao pé-coxinho para a varanda e se refugiava na casinha que temos lá para elas. Estava toda a tremer, e berrava de cada vez que se mexia.

Aguardámos cerca de uma hora para ver se a dor passava, porque podia ter sido só uma batida muito dolorosa mas sem consequências graves, mas, infelizmente, a dor não passou, o pézinho começou a inchar e ela continuava sem o pôr no chão.

Levámo-la, então, ao veterinário, até porque nós andamos numa maré de "sorte" neste fim de Fevereiro/início de Março, que tem sido só despesas com as gatitas. A Zuka é a única que ainda não se estreou, e esperemos que assim continue.


Ora então, chegando lá, fomos atendidos em pouco tempo, e a médica levou a menina para tirar um RX. Acontece que a Zita partiu um osso do pé, do género fininho que faz a ligação aos dedos, chamado metatarso. No fundo até teve alguma sorte, porque este até é dos ossos melhores de se partir (isto é, que se curam mais facilmente). Como o que ela partiu foi um dos do meio, os outros ao lado já lhe dão algum suporte, e não precisa de usar gesso. Em vez disso fizeram-lhe aquela bota com algodão e ligaduras... E a menina bem se queixou a fazer o penso. Tentou mandar a unha à médica umas duas vezes, mas num instante ficou tratada. Trouxe anti-inflamatório para cinco dias, e tem consulta marcada para sexta-feira, às 10h.



Enfim, são coisas que acontecem, pequenos acidentes, mas que, no fim, nos custam para cima de 60€, mais o que se paga pelas pequenas coisas que se fazem no seguimento do tratamento. O que importa é que a menina está relativamente bem, e daqui por duas ou três semanas vai poder tirar o penso. Presentemente, é tratada com todas as mordomias, para que não tenha de se esforçar demasiado. Caminha feita onde ela quer, com comidinha ao lado e, se a menina tem frio, tapamo-la e aconchegamo-la convenientemente, para ela lá ficar a dormir, como um anjinho.

2 comentários:

  1. Quistis disse...:

    De facto parece mentira,o que interessa é ela ela fique bem,as melhoras e que ela recupere bem..as melhoras

  1. Belinha disse...:

    Ainda bem que tudo correu pelo melhor! Obrigada por partilhares na blogosfera o raio x de uma pata felina. Ronrons dos meus bichaninhos!